Vida de Professor

Podcast Fatorial 08/08

Olá professores e professoras!

O Podcast do Fatorial do dia 08 de Agosto já está disponível e os temas de hoje são: a Situação da UFRJ e a Abertura dos Vestibulares da Unicamp, do IME e do ITA.

 

Risco de Paralisação na UFRJ

A reitoria da UFRJ, informou nessa segunda-feira, dia 5, que entre agosto e setembro pode ter alguns setores com o funcionamento interrompido. Essa possibilidade se deve ao contingenciamento anunciado pelo MEC que comprometeu 40% do orçamento da universidade no mês de Julho.

Até então, as liberações de verba permitiam que a UFRJ mantivesse o pagamento dos contratos com uma média de dois meses de atraso. Contudo, com a redução de 25 para 15 milhões de reais da verba repassada para universidade no mês passado, a mesma conseguiria pagar apenas parte das despesas de maio.

Segundo o ministério da educação, já foram liberados R$ 187,1 milhões de limite de empenho e mais de 16 milhões de reais para UFRJ. O MEC se diz aberto ao diálogo com as direções da faculdades e disposto a intermediar a resolução de problemas relacionas à gestão financeira das instituições. Além disso, afirmou que o congelamento foi aplicado apenas sobre despesas não obrigatórias como água, luz, terceirizados, obras equipamentos e pesquisas.

No entanto, os problemas de pagamentos em setores como segurança e limpeza podem afetar também as atividades pedagógicas da faculdade. É o que afirma a reitora da UFRJ, Denise Pires de Carvalho.

Para acompanhar a notícia completa e o desenrolar dos acontecimentos, basta acessar o link:  >> G1 Educação <<.

Crise na UFRJ
UFRJ com riscos de paralização

Vale lembrar que a UFRJ é a maior universidade federal do país, contando com quase 40 mil alunos e oferecendo 177 cursos. No Ranking de Universidades divulgado pela folha de SP, a UFRJ aparece como a 2ª melhor universidade do país dentre as 196 instituições avaliadas.

O ranking pode ser acessado através do link: >> Ranking Universitário Folha 2018 <<

Vestibulares pelo Brasil

Já estão abertas as inscrições para o Vestibular 2020 da Unicamp que contará com 2570 vagas distribuídas em 69 cursos.

Vestibular Unicamp
Mudanças no vestibular Unicamp 2020

É precisa destacar que tivemos mudanças para o vestibular desse ano. Seguindo a mesma linha da FUVEST, a Unicamp mudou sua estrutura de avaliação realizando suas provas em apenas 3 dias e não mais em 4 como acontecia antes.
A primeira fase continua composta por 90 questões objetivas com 4 alternativas cada.
A segunda fase, que será realizada em dois dias, trará aos candidatos os desafios das provas dissertativas.
O primeiro dia contará com as provas de Redação (composta por duas propostas de textos para que o candidato execute apenas uma); Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, com oito questões; duas questões interdisciplinares em Língua Inglesa.
Já o segundo dia, além das provas comuns a todos os candidatos (Matemática com seis questões; interdisciplinar de Ciências Humanas com duas questões; interdisciplinar de Ciências da Natureza com duas questões), ocorrerão as provas específicas, conforme a opção de curso:

  • Ciências Biológicas/Saúde: seis questões de Biologia e seis questões de Química;
  • Ciências Exatas/Tecnológicas: seis questões de Física e seis questões de Química;
  • Ciências Humanas/Artes: seis questões de Geografia e seis questões de História, englobando conteúdos de Filosofia e Sociologia.

Além do vestibular tradicional, há outras formas de ingresso para os cursos de graduação da Unicamp, como a modalidade Enem-Unicamp, as Vagas Olímpicas e o Vestibular Indígena.

Outro ponto que se destaca no vestibular desse ano foi o comentário do coordenador da Comissão de Vestibulares da Unicamp, a >> Comvest <<, que afirmou que a 2ª fase trará questões mais exigentes e sofisticas.

No vestibular do ano passado, o curso de Ciências Biológicas (integral) teve a maior nota de corte dentre os cursos que formarão futuros professores, com uma relação candidato-vaga inicial de 57,86. Todas as informações sobre os demais cursos podem ser consultadas no link de >> Estatísticas da Comvest 2019 <<

Indicamos que os professores que atuam em cursos preparatórios para Unicamp acessem as >> provas de edições anteriores << para terem um parâmetro sobre os temas que vem sendo abordados e que façam uma visita ao site da >> Editora Unicamp <<. Lá são colocados diversos livros que, por vezes, podem dar a diretriz de algumas linhas de pensamento que a banca poderá adotar para as questões desse ano.

Além da Unicamp, também estão abertos os Vestibulares do IME e do ITA. As duas instituições reguladas pelo Ministério da Defesa oferecem exclusivamente cursos de engenharia, sendo que o IME está localizado no bairro da Urca, no Rio de Janeiro e o ITA tem sua sede em São José dos Campos, em São Paulo.

Resultado de imagem para IME ITA

No momento da inscrição os alunos deverão optar pela carreira que irão seguir, ou seja, se serão militares ou civis. No IME serão ofertadas 71 vagas para militares e 27 para civis e no ITA 25 para militares e 95 para civis. Vale ressaltar que desde o ano passado, 20% dessas vagas são destinadas aos alunos que se enquadram na lei de cotas raciais.

Os dois vestibulares contam com provas de altíssimo nível de Matemática, Física, Química, Português e Inglês e são considerados por muitos como os dois dos exames mais difíceis Brasil e estão entre os mais desafiadores do mundo. Por conta disso, a preparação dos alunos que prestam esses dois concursos deve ser totalmente diferenciada, bem como a preparação dos professores.

Nossa indicação para os professores é consultar as provas de exames anteriores e procurar livros e apostilas que fogem ao conteúdo abordado no Ensino Médio convencional. Uma dica é o site >> VestSeller << que vende livros exclusivos e específicos para essa área.

Nos links a seguir você pode acessar as provas de edições anteriores: 

>> IME << e >> ITA <<.

Na última edição do ENADE as duas instituições tiveram resultados de destaque no cenário nacional, sendo que o IME obteve nota máxima em TODOS os cursos avaliados na edição 2017.

Estamos produzindo diariamente conteúdos de qualidade para professores e nossos Podcasts já estão no Spotify e, para acessá-los, basta digitar FatorialCast no campo de busca.

Deixe uma resposta